Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Gritar

por Inês Teotónio Pereira, em 31.12.09

É DAS COISAS MAIS parvas que os pais fazem. Gritar. E gritam imenso. Chegam mesmo ao cúmulo de mandar os filhos pararem de gritar aos gritos. "Calem-se!", gritam eles quando as crianças estão no meio de uma cena de histerismo. São cenas caricatas se não fossem tão barulhentas. A verdade é que ninguém grita mais que os pais. Só há duas alturas da vida em que as pessoas gritam: quando são crianças, porque mal sabem falar, e quando são pais. São raros os casos de gritaria fora destas circunstâncias, tirando, claro, as praças, as feiras, os jogos de futebol e outros eventos pontuais. Mas gritar em ambientes mano a mano, só os pais com os filhos. Mas, justiça seja feita, são as mães quem têm mais jeito para gritar. São elas as profissionais da gritaria. Elas sabem, quando, como e porquê devem gritar. Ou seja, sempre.

No i de Sábado

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23


1 comentário

De cláudia a 29.01.2010 às 09:05

E o Sozinho em Casa 1, 2, 3....?

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog