Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



No dia em que eles deixarem de gritar

por Inês Teotónio Pereira, em 29.05.09

eu também deixo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10


4 comentários

De margarida ribeiro a 29.05.2009 às 08:51

os hábitos que eles têm vêm de uma imitação de reacções que eles observam... Porque não fazer o contrário? Temos de surpreende-los se queremos um dia também queremos ser surpreendidos! ...
Quando se ralha falar-se num tom verdadeiramente baixo... de forma a surpreendê-los... não será à primeira que eles vão reagir como nós... talvez á quinta...!
Porque gritamos? Para medir forças? Para descarregar sobre uma experimentação própria do crescimento? Cultura? Poque acreditamos que desta forma vamos fazê-los ver o nosso ponto de vista....

De Inês Teotónio Pereira a 29.05.2009 às 11:51

Não faço a mínima ideia.

De mimi a 29.05.2009 às 15:15

Já eu tenho outra versão...no dia que deixarem de gritar, ou já têm 30, ou algo se passa no reino dos baixinhos....lol

De Luisa Ribeiro a 01.06.2009 às 11:19

Gritamos porque somos humanos, porque somos espontaneos, porque na altura ficamos tão zangados que o que realmente nos apetece fazer é dar uma palmada mas porque essas sim têm de ser doseadas, gritamos!!!
No mundo perfeito ou se formos pais a meio tempo provavelmente conseguimos não gritar e ralhar a meia voz mas a full time penso que se grita para não se dar a tão "boa" palmada!!!
É uma questão de cultura!!!!!!!É uma questão de hábito!!!

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog