Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Magalhães na prática

por Inês Teotónio Pereira, em 27.01.10

- Mãe, hoje o meu amigo Rui foi muito atrevido.

- Porquê?

- Lá na escola mandou uma mensagem a uma menina que nem sequer conhecia.

- Mensagem como?

- Um e-mail.

- Mas como?

- Pelo magalhães.

- Mas ele tem internet no magalhães?

- Ó mãe, só eu é que não tenho....

- E que menina era essa?

- Era uma senhora, quero dizer, não era uma menina da minha idade. Ela estava a tirar as calças na fotografia e tinha as maminhas à mostra. Mas ele nem sequer a conhecia: é mesmo atrevido. Escreveu: "és uma brasa, brasa a ferver".

- E ninguém viu?

- Não. Ele no outro dia também já ficou de castigo porque escreveu no google "gajas nuas" e a professora descobriu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54


5 comentários

De clara a 27.01.2010 às 16:10

isso também acontece nos outros computadores [eu quando andava no 5º ano tinha um colega que passava revistas pornográficas por baixo da carteira, coisas assim muito explícitas, nojentas]. no magalhães dá para restringir o acesso a imagens e sites. aos colegas de turma é mais complicado.

De Inês Teotónio Pereira a 27.01.2010 às 17:52

só não percebi ainda para que é que serve o magalhães, pedagogicamente falando, digo eu.

De clara a 27.01.2010 às 17:59

serve para jogar quando a mãe está no outro computador [eu cá não me queixo]. tirando que a mais velha já rebentou com o disco rígido [aquilo tem o q, 5 G?].

o meu filho aprendeu a ler e a escrever sozinho aos 5 [para falar no clube pinguim com os outros pinguins] mas acho que não foi no magalhães [não sei, há para lá jogos de letras].

De GIA a 28.01.2010 às 15:53

Pedagogicamente não sei... mas é para muitas famílias o primeiro computador em casa, e a única forma de garantir que todas as crinças têm a mesma oportunidade em usar um; é a forma de os professores poderem marcar um trabalho para ser apresentado em Power Point, ou outra coisa qualquer, sabendo que todos os alunos têm como o fazer (por muito que aprendam na escola a trabalhar com os programas, se não tiverem acesso fora da escola, não serve de muito). E tem conteúdos excelentes, para os 4 anos. E a menos que se defenda uma sociedade em que uns dominam a informática porque aprenderam desde os 3 ou 4 anos com a família, e os outros nem sabem como se utiliza um computador, serve para muito.

De José Oliveira a 28.01.2010 às 17:29

"No entanto, "99 por cento das crianças já usava a Internet com alguma regularidade" e nove em cada dez crianças tinha um computador em casa. Um pouco mais baixa é a percentagem de alunos que tinha acesso à Internet em casa: 78,7 por cento."

GIA, qual foi mesmo o real contributo do Magalhães?

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog