Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Kafka

por Inês Teotónio Pereira, em 03.02.10

O computador a que está ligada a impressora tem o teclado estragado - perdeu os sentidos, ou qualquer coisa do género -, resolvemos, por isso, escrever o texto no portátil. Mas o portátil não está ligado à impressora. Por isso optou-se por enviar o texto por e-mail para o outro computador onde está a impressora - já que não precisamos de teclado para o imprimir. Não deu: esse computador está desconfigurado - alguém andou lá a mexer - logo, não tem internet. Tentámos então fazer o transbordo do texto com uma pen. Gravámos o texto na pen e iniciámos o processo. Só que a pen estava estragada; parece que foi a lavar com uma calças.

Já eram dez e meia da noite.

Por isso, não há trabalho. Quer dizer, há, mas não dá para imprimir.   

Como é que se explica isto tudo à professora no caderno do aluno sem parecer, vá lá, treta?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:43


3 comentários

De tech support a 03.02.2010 às 14:58

liguem o portátil à impressora?

De Maria_S a 03.02.2010 às 18:03

Enviem por email para a professora :).

De Marta a 06.02.2010 às 01:29

Penso que a professora nunca acreditará, seja explicado de que maneira for ;)

- Adorei o blog!

Beijinhos

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog