Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Segredos

por Inês Teotónio Pereira, em 15.02.10

Só as crianças conseguem guardar segredos. Mais ninguém. Guardar segredos é uma espécie de capacidade inerente ao estado infantil. Uma criancice, vá. Quando se diz a uma criança "não digas nada a ninguém", ela leva a sério. Acha mesmo que não pode dizer a ninguém, nem ao melhor amigo, nem à mãe, nem à namorada, nem à professora - no máximo ao cão, e só se o segredo for muito grande.

Se disser a alguém é porque não passa de um reles bufo, de um queixinhas. E não há atalhos, como ir contando o segredo pedindo segredo - isso é batota, é uma traição. É coisa de crescidos. Para as crianças não há fontes, só há queixinhas. Se dependesse delas, não havia liberdade de expressão, de informação, de imprensa, de nadinha. Apenas segredos. (...) .
 

(Crónica publicada no i de sábado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:40



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog