Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Bullying

por Inês Teotónio Pereira, em 05.03.10

Há dogmas que me incomodam:

1º As crianças têm de aprender a defender-se sozinhas.

Não é verdade. Os adultos têm de aprender a defender-se sozinhos, as crianças precisam de ajuda, principalmente quando estão em situação desfavorável e mesmo que seja apenas e só perante outra criança.

2º Os pais não devem proteger os filhos nos conflitos com outras crianças.

Pois não, têm essa obrigação. Os pais devem estar sempre do lado justo da barricada, mesmo quando esse é o lado do filho.

3º Se não é enquanto crianças que aprendem o que é a vida, mais tarde sofrem mais. Boa ideia, vou comprar uma cadeirinha de rodas e pôr vendas nos olhos para me ir habituando ao reumatismo e às cataratas que chegarão com a minha velhice. Assim, quando for velhinha, daqui a umas dezenas de anos, já não é tão chato. Já estou mais habituada às minhas limitações. Porquê esperar quando posso ter já?  

 

As crianças são crianças. Não são cães de luta. E quanto mais protegidas, defendidas e seguras se sentirem mais felizes serão. Por isso, na dúvida, o melhor é dar-lhes a mão ou levá-las ao colo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:52


9 comentários

De Elisabete Martins a 05.03.2010 às 18:33

Parabéns! mais um post espectacular!
Beijinhos,
Beta & Co.

De Inês Teotónio Pereira a 05.03.2010 às 18:52

muito obrigada e os meus sinceros parabéns pela coragem que mostra ter no seu blog.

De Inês a 06.03.2010 às 15:50

Mas que grande post! Muito bem. Igualmente "na mouche" a crónica de hoje no i.

Inês

De Ana Elias a 07.03.2010 às 17:23

Post exemplar, Inês!

Esses 3 dogmas eventualmente terão saído da cabeça de aspirantes a educadores de bancada ou então pais de bullys .

Em caso de bullying , proteger o lado justo da barricada é uma obrigação de quem educa, quer sejam os pais da vítima, quer sejam os professores, ou qualquer outra pessoa que tenha conhecimento.

De José BR a 07.03.2010 às 19:06

Vale a pena dar uma olhadela no link abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=Qj7GmeSAxXo

JBR

De ana martins a 08.03.2010 às 09:49

Fantástico Inês!
Já reencaminhei a uma serie de amigos e familiares meus...muito bom mesmo!

De AMC a 08.03.2010 às 11:36

clap clpa clap
É isso mesmo que eu penso, mas não tenho a arte de saber exprimi-lo.
Parabéns.

De jonasnuts a 11.03.2010 às 22:19

Este post está em destaque na Homepage do SAPO, tab "Mulher".

De JMCerdeira a 15.03.2010 às 19:51

Yet, se calhar é preciso lembrar que, na maioria das vezes, hoje em dia, o perigo não está nesse extremo, mas no outro.

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog