Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



25 de Abril

por Inês Teotónio Pereira, em 26.04.10

No i de fim-de-semana

 

"É preciso ensinar às crianças o que foi o 25 de Abril. É urgente. É uma questão de cultura democrática. Está em causa ... o 25 de Abril." Desde há meia dúzia de anos a esta parte, desde que o revolucionários cabeludos do PREC se transformaram em velhinhos amorosos iguais aos que sobreviveram ao desembarque na Normandia só que portugueses, que, chegados a esta época do ano, se reclama a instrução da população infantil sobre as glórias da Revolução. Normalmente o tema do 25 de Abril é mesmo esse: o que foi o 25 de Abril. E enquanto a história não decide, a explicação está entregue a quem, a quem? Aos professores. Ora, grande parte dos professores nem era nascida quando o regime mudou e os que eram, eram pequeninos. E os que não eram pequeninos e já tinham nascidos, têm a sua opinião pessoal sobre o assunto. Muito pessoal, mesmo. Assim como têm sobre o Benfica ou sobre as causas que levaram o vulcão islandês a entrar em erupção (Mário Soares, por exemplo, tem uma). Depende. Convenhamos que é difícil deixar ao sistema nacional de educação essa função. E isto porque o 25 de Abril ainda é uma questão de educação. Política, é certo, mas não está suficientemente frio para ser um facto histórico. É uma opinião. E cada um tem a sua, que até pode ser diferente da que tem a professora dos seus filhos. Por isso, é que chegados a esta época do ano, sinto alguma angústia quando os deixo na escola. Assim, sozinhos. Sem que eu possa exercer o democrático direito ao contraditório. Socorro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog