Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Amanhã os meninos fazem as provas e aferição

por Inês Teotónio Pereira, em 04.05.10

e apesar de toda a gente dizer, explicar, insistir, avisar e advertir que as provas de aferição não têm qualquer efeito, influência, reflexo, peso ou indicação na nota final, eles insistem em estudar, em ficar ansiosos, em levar a coisa a sério. Querem ser avaliados, imaginem.

"Não!", dizemos nós, pais e professores pela centésima vez, "vão jogar à bola, brincar, ver televisão, sff! Não precisam de estudar mais: a-c-a-b-o-u, perceberam?! Estas provas não servem para nada, não precisam de ter medo!"

"Então, mas para que é que isto serve?" perguntam eles um bocadinho ofendidos por tanto desprezo pela sua preocupação, ansiedade, responsabilidade.

"Então não se vê logo?! Para aferir que os professores deram a matéria toda! Vão mas é jogar play station e deixem essas coisas dos exames para os crescidos! Seus... seus... marrões!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:24


3 comentários

De jonasnuts a 04.05.2010 às 15:27

O meu também faz prova de aferição amanhã (e outra na 6ª feira), mas na escola dele ninguém lhes disse que não contava para nada. E eu em casa também não lhe disse. Quanto mais não seja porque vai ajudar para a avaliação das duas disciplinas.

Se começam tão cedo a perceber que isto não serve para nada, depois quando for um bocadinho mais a sério,

De Inês Teotónio Pereira a 04.05.2010 às 16:59

o drama é mesmo esse: omitir a verdade neste caso é que é pedagógico

De Sara a 04.05.2010 às 21:45

AS PROVAS SAO FACEIS

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog