Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Fiz uns desenhos para os meus filhos

por Inês Teotónio Pereira, em 01.06.10

Agora quero ver onde é que eles os põem. Quero ver se os guardam, se os penduram na parede do quarto, se os conservam. Quero ver o que fazem com as minhas obras de artes, cuidadosamente personalizadas, que são o resultado da utilização da técnica de conjunção entre os lápis de cor e os de cera. Foram, acima de tudo, feitas com amor, carinho, dedicação e muito esforço. Não são rabiscos. Nada disso. O cão é mesmo um cão: fiz quatro rascunhos. Até desenhei uma chuteira. Fiz flores de várias cores (cada flor tem várias cores), um comboio com letras e nuvens com números. Foi pensado. Muito pensado, mesmo.

Agora quero ver onde é que é o frigorífico deles. Ah, pois é.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37


2 comentários

De ana a 02.06.2010 às 21:47

quem sabe não dobram bem dobradinhos no bolso - para andar sempre com eles - esquecem-se de tirar, a roupa vai par lavar, a Inês esquece-se de ver se há coisas nos bolsos para tirar...mas foi bom fazer não foi?

De gatinhafofa a 04.06.2010 às 07:54

pelo menos deves ter um certo jeitinho para desenhar que é coisa que eu nao tenho.....

da um passeio tambem pelo meu blogue.... beijinhos!!!

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog