Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Amigos

por Inês Teotónio Pereira, em 29.11.10

Crónica no i de outras semanas

 

 

O meu filho zangou-se com um amigo e estava tristíssimo porque o amigo "é muito querido". Parece que o meu filho chocou contra o amigo, o amigo magoou-se e gritou com ele. O meu menino respondeu que tinha sido sem querer, logo, não tinha culpa. Diz que gritaram um com o outro e no fim cada um foi para seu lado.
Entrei então em acção e imediatamente formulei uma opinião imparcial e racional sobre o conflito segundo a qual o meu filho tinha toda a razão. Tendo em conta que o empurrão tinha sido dado sem querer, o outro só tinha mesmo que aguentar a dor. Era amigo dele ou não era?
Expliquei então ao meu filho que o amigo não devia ser assim "tão" amigo como ele pensava. Devia ser "mais ou menos" amigo, não muito. Se fosse, continuei eu do alto da minha sabedoria, não tinha ficado ofendido e não tinha gritado com ele. Por isso, concluí com sapiência, nada daquilo tinha importância: "Se ele não quer ser teu amigo, também não merece a tua amizade." E pronto.
Mas a criança ficou ainda mais triste. Afinal eu tinha acabado de lhe explicar que, em princípio, o amigo nunca tinha sido amigo dele. Verdadeiramente, quero dizer. Bonito: o rapaz ficou inconsolável.
No dia seguinte perguntei-lhe se ele e o amigo já não estavam zangados. Ele respondeu que não, que já eram amigos outra vez. "Não falaram sobre a zanga?", perguntei eu, tentando disfarçar a curiosidade sórdida de quem não resiste a ler o resumo do último episódio da telenovela. "Não havia nada para falar... Já não estamos zangados."
Foi então que meti a viola no saco e corei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:33



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog