Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A doença da normalidade

por Inês Teotónio Pereira, em 24.02.11

Todos têm as suas razões: uns precisam de provar que são radicais, outros que são responsáveis. Já sabemos. O problema é este: como levar a sério uma classe política que diariamente esbraceja e grita, sem se mostrar capaz de qualquer ato à altura desse alarido? Quanto mais tempo vai a 'crise' continuar a ser uma causa sem consequências nas rotinas táticas dos partidos? A normalidade está a começar a parecer uma doença ou um vício.

Talvez o reino dos nossos políticos já não seja deste mundo. Esperamos deles uma palavra, um gesto, uma atitude, um esforço que eles, na sua sabedoria, percebem já não valer a pena. O que importa discute-se em Bruxelas, decide-se em Berlim. É isso? Ou estamos apenas perante a estupefação de indivíduos que cultivaram algumas habilidades, mas não foram ensinados para enfrentar grandes acontecimentos?

O atual pessoal político preparou-se para gerir e arbitrar pequenas coisas. O povo estava engaiolado no Estado social, e o Estado social estava encaixado na Europa unida. Era o fim da história. Nunca lhes terá passado pela cabeça, nem aos seus domadores, que este mundo pudesse mudar. Agora, o que há para fazer toca de tão perto o maquinismo do regime - a redução dos cidadãos a funcionários, utentes, pensionistas, subsidiados e protegidos -, que ninguém quer mostrar a cara, a não ser para depois apanhar os cacos.

 

Rui Ramos 

Expresso

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:28


1 comentário

De artesaoocioso a 24.02.2011 às 17:39

Estou vacinado. Já não lhes ligo importância .
Cumprimentos

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog