Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Em tempos de crise é normal as famílias olharem para a escola como um luxo: "não estudas, vais trabalhar". Os portugueses pensam assim há décadas (mais ou menos há 15 décadas). Quem "não é bom para o estudo" só está na escola "a perder tempo". Por isso, com os rendimentos familiares cada vez mais curtos e as despesas cada vez maiores, o abandono escolar é um perigo eminente em cada casa e a falta de aproveitamento um risco enorme para os alunos. 

A grande reforma na Educação em Portugal não está só em tirar a Educação dos tentáculos do poderoso, maçudo e complicado Ministério da Educação, está também na importância, na relevância, que a famílias dão (devem dar) à educação dos filhos. Enquanto não houver a certeza de que só através da educação se ganham competências que garantem um futuro profissional, enquanto esta lógica não fizer parte do senso comum, não há uma lógica na Educação para os portugueses. Ela é apenas um luxo, principalmente para os maus alunos.

E pronto, foi isto que me ocorreu. Mas já passou.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:22


7 comentários

De Cláudia Marques a 15.07.2011 às 13:55

Excelente apresentação sintética do valor da educação. Não basta afirmar que a educação é importante, é necessário que as famílias assimilem esse conceito, e efectivamente o sintam :)
A educação é sempre um valor de formação, pessoal, social, cívica que garantidamente terá resultados na vida profissional :)
Obrigada pela sua partilha tal clara!

De FPV a 15.07.2011 às 17:27

Sabe tão bem não fazer parte das estatísticas que constam nos jornais... mas odeio que só falem dos maus. Que raio estou cá eu a fazer, assim?!

De fragil-idade a 15.07.2011 às 19:10

Escola de Pais, precisa-se!

De creditos blog a 18.07.2011 às 21:32

Esta temático, de facto dá que pensar. Estudar é preciso, mas também é preciso gente qualificada em todas as profissões, mesmo que não exijam um curso. No limite, a educação sim é importante, ter de estudar é relativo. É a minha opinião. Obrigado

De Lucinda Marques a 20.07.2011 às 22:46

Sou professora e concordo plenamente

De PP a 20.07.2011 às 23:55

É fácil concordar com a exposição feita. Mas o pior de tudo, é que a falta de educação acaba por se refletir no dia a dia, e tem influência não apenas no indivíduo que deixa de ser educado, mas em todos com quem interage e consequentemente com a comunidade.
Quem tem filhos pequenos, tem um olhar mais atento para as questões relacionadas com os espaços que as crianças podem usufruir.
Escrevi um post (http://meababel.blogspot.com/2011/07/escola-e-vida-real.html) que reflete a influência que a falta de educação/formação tem nas vidas das pessoas!
É que estou cansado de ver muita gente passar por cima das regras mais básicas e penso que cumprir essas regras da sociedade seria um pequeno passo com grandes resultados.
Cptos

De TANIA a 21.08.2011 às 14:59

Concordo plenamente.

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog