Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A subjectividade da doença

por Inês Teotónio Pereira, em 02.02.12

No i

 

A gravidade das doenças dos nossos filhos é directamente proporcional ao nosso nível de stress. Ou seja, uma gripe pode ser considerada pelos pais como uma gripe, apenas um espirro, uma constipação ou uma pneumonia. Depende. Mas não depende da febre, da tosse, das dores de garganta, das queixas, da temperatura da testa, ou do nariz. Depende dos pais. Apenas e só dos níveis de ansiedade dos pais.
Normalmente a gravidade, a intensidade da maleita, é também avaliada por outro critério: o da experiência. Ao terceiro filho, qualquer pai, perante um espirro tem tendencialmente uma reacção de desconfiança: “Desta vez não me enganas…” e, obviamente, encolhe os ombros perante os indícios claros de uma pneumonia. Ao segundo filho, medimos a temperatura e saímos de casa a meia da noite para comprar remédios vários e vimos em cada farmacêutico um pediatra amigo. Com o primeiro filho, é diferente. Com o primeiro filho ficamos em pânico perante uma tosse. O som da tosse do primeiro é como uma espada que atravessa o nosso coração e nos ensurdece a alma. É o sintoma claro de uma pneumonia – grave - que só o especialista mais brilhante do planeta sabe diagnosticar. A tosse do nosso menino, mais do que uma urgência, é um desespero, uma angústia.
E o pior é que este tipo de diagnóstico paternal passa de pais para filhos e de todos os pais para todos os filhos. 


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog