Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um ministro do caraças, pá

por Inês Teotónio Pereira, em 03.07.09

 

Primeiro, acendo a televisão e aprendo que porra, caraças, merda e outros palavrões do tipo, não são palavrões, fazem parte da gíria de qualquer programa de ficção portuguesa; mantenho a televisão acessa, e reparo que as bolinhas do canto superior direito só aparecem na SIC Radical, porque o rapaz que gere aquilo deve ter filhos pequeninos; estou quase, quase a apagar a televisão quando vejo um ministro a fazer cornos a um deputado, do PCP é certo, mas não deixam de ser cornos e o deputado não deixa de ser deputado.

E eu armada em parva que nunca os deixo dizer sequer puto, chiça, fogo, pá ou merda! Que parva, pá! Sou mesmo uma beta do caraças. Uma gaja tipo muita foleira. Careta de merda. Merda para esta merda toda!  E se o rapaz quiser ser ministro? Quem sou para lhe condicionar a carreira? Vão mas é todos para os cornos da tia! Caraças, pá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog