Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não sou do Porto e tenho pena

por Inês Teotónio Pereira, em 09.09.09

Os meus filhos são quase todos do Sporting (pelo menos os que gostam de futebol) e são fãs de Cristiano Ronaldo (a quem chamam O Cristiano). Têm posters do Cristiano e do Sporting nas paredes do quarto, chuteiras pretas e sabem o  nome dos jogadores (do Sporting e de Portugal).

Eu sei que isto não interessa nada e que, até agora, o que eu disse não tem nada a ver com o título do post. Mas já lá vamos. 

Ora, começou a época futebolística e Portugal está a uma unha negra de ser arredado da fase final do Mundial. Por isso, recomeçou-se a falar de futebol em minha casa e o Cristiano e o Liedson passam os dias a chutarem bolas para o telhado.

Não me importo, é lá com eles.

Mas há uma coisa que me incomoda (e agora chegámos ao porquê do título): os meus filhos vibram quando Portugal ou o Sporting empatam. Sim, quando empatam; quando não perdem. É aterrador "Mãe, mãe, Portugal empatou! Viva!". "Uau, que ganda chuto: a bola devia ter entrado, mas não faz mal. Foi lindo."

No outro dia aconteceu o mesmo com o Sporting. "Hoje não estou triste", dizia ele, "o Sporting empatou".

Não pode ser: se a bola não entrou é porque o chuto não foi bom e muito menos lindo; e se o Sporting empatou o rapaz devia estar triste. Está tudo errado.

Podem pensar: "Ah, mas isso é só com o futebol" e ir ver o blog do lado. Só que não é: os meus filhos, à conta destes empates suados, contentam-se em não terem perdido para poderem defender os seus ídolos. Daqui para o "Uf, pelo menos estamos vivos, não me obriguem a mais que isso" é um saltinho. 

Por isso, decretei: acabou-se o futebol. Por uma questão patriótica e de brio, ninguém assiste a mais derrotas ou comemora mais empates. Ponto final.

Querem ver a bola? Passem-se para o Porto, partam a televisão, chorem. Qualquer coisa. Tudo, menos vibrarem com empates. 

E os senhores da bola também podiam dar uma ajudinha, sff.  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:09


1 comentário

De artesaoocioso a 09.09.2009 às 05:58

Estou numa situação parecida com a dos seus filhos: fico contente quando a selecção, dita nacional, perde.
Temos futebol a mais em Portugal e desenvolvimento a menos.
Aparentemente, só aparentemente, parece que uma coisa não tem nada a ver com a outra.
Cumprimentos

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

subscrever feeds