Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A culpa não é sempre da mãe

por Inês Teotónio Pereira, em 29.04.14

Há uns anos li um postal que dizia assim: "Ser mulher é fácil, basta nascer; ser esposa é maravilhoso, basta amar; ser mãe é difícil, basta sofrer". Comprei o postal e dei à minha mãe no dia da mãe. Não perecbi bem o que é aquilo queria dizer - tinha 10 anos - mas achei que a minha mãe podia gostar. E gostou. 

Só quando fui mãe é que percebi o que aquele postal queria dizer: as mães vivem cheias de culpa. passam os dias em superavit de culpa. Estão sempre em sofrimento. Ou porque chegam a casa tarde, ou porque deviam ter brincado mais com o filho, ou porque deviam estar sempre bem dispostas, ou porque deviam mandar os melhores lanches para escola, ou porque não conseguem dar a educação e o conforto que acham que os filhos merecem, ou porque o filho tem más notas, ou simplesmente porque não são perfeitas. Nós, mães, achamos que os nossos filhos merecem a melhor mãe do mundo e por mais que nos esforcemos não conseguimos ser perfeitas - há sempre uma mãe melhor que nós, nem que seja a nossa própria mãe. Na verdade não aguentamos viver com os nossos defeitos e achamos que os defeitos dos nossos filhos são culpa nossa. 

A Sónia Morais Santos lançou recentemente um livro sobre a culpa das mães "A culpa não é sempre da mãe". A Sónia escreveu um livro à séria. um livro sobre coisas sérias mas escrito com muito humor e muita seriedade quando a conversa se torna de facto séria. Ela investigou, entrevistou psicólogos, pediatras e mães e teve imenso trabalho. Um trabalho fantástico. Serviço público maternal. 

Conheci ontem a Sónia porque estivémos as duas no programa de Fernando Alvim na Antena 3 onde falámos dos nossos livros. Ainda não li o livro da Sónia, mas espero gostar tanto do livro quanto gostei da Sónia.   

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:44



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog