Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Brinquedos a sério

por Inês Teotónio Pereira, em 20.05.14

Os quatro brinquedos preferidos dos bebés são: chaves, óculos, telemóveis e comandos (de televisão, DVD ou de outra coisa qualquer porque eles não são esquisitos). E o que é que a indústria dos briquedos faz? Cria imitações de plástico a pensar que bebés são parvos. Fabricam comandos, telemóveis, óculos e chaves a fingir, cheios de cor, que parecem mesmo brinquedos, sem peso, sem sabor a metal e sem botões pequeninos. Meus senhores, o que os bebés querem é comandos a sério, daqueles pretos ou cinzentos, com botões pequeninos e cheios de arestas. Daqueles pesados que dão luta morder. Querem molhos de chaves de metal que fazem barulho e sabem mal, óculos a sério que se podem abrir e fechar e pôr na boca e telemóveis parecidos com os comandos. Custa assim tanto fazer brinquedos a sério? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48


6 comentários

De Mãe Sabichona a 20.05.2014 às 21:02

Caramba, é tão verdade! São todos iguais :)

De Patrícia a 20.05.2014 às 22:56

Concordo 100%!

E se trouxerem uma etiqueta de tecido gigante mas que dê para enfiar toda na boca até parecer um filete de pescada mole... melhor!

São horas de entretenimento garantidas!

:)

De Anita a 21.05.2014 às 13:14

Boa tarde

Não posso deixar de concordar. Aquelas imitações coloridas, nada têm a ver com a realidade e está provado que os bebés são bem mais espertos do que se julga.

De Tralhas a 21.05.2014 às 15:14

Isso e sacos de plástico :D bom post!

De Rita Melo a 22.05.2014 às 13:56

Subscrevo inteiramente. Quando é preciso encontrar as chaves de casa ou do carro basta procurar a bebé de 10 meses que «anda lá por casa» e pronto, eis as chaves!!! Os comandos é mais difícil dela os conseguir apanhar porque tem de "lutar" com os dois manos mais velhos... LOL

De Carla Alves a 24.05.2014 às 22:24

Os meus também gostavam do armário das panelas! :)

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog