Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Seis filhos? Devem ser católicos...

por Inês Teotónio Pereira, em 26.03.14

Em Portugal as pessoas não podem ver meia dúzia de crianças e começam logo a discutir religião. Andar com seis crianças em público é a mesma coisa que andar por aí a rezar o terço em voz alta. É uma espécie de acto de fé: quanto mais filhos, mais beatos são os pais, diz o povo. E quem não tem muitos filhos é o quê? Mais ou menos católico? Muçulmano? Judeu? Nada? É injusto misturar o número de filhos de alguém com a sua religião ou fé. Nos dias de hoje não só é injusto como é estúpido. É que pode-se perfeitamente ter muitos filhos e não acreditar em Deus. E também se pode ter poucos filhos e ir à missa. A sério!   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49


2 comentários

De Anónimo a 26.03.2014 às 20:58

Aconteceu-me quando fui ter o quarto filho, as enfermeiras perguntarem-me se era por uma questão de religião. Aliás, no terceiro filho, a anestesista (quando viu que tinha a mesma idade que eu) perguntou-me "porquê?".
Outra situação que me acontece com frequência é pensarem que, das duas uma, ou somos ricos ou não temos dinheiro!
Felicidades!

De João Miranda Santos a 09.04.2014 às 14:38

Eu acho que é bom sinal fazerem essa associação entre a fertilidade de um casal e o facto de serem católicos... é sinal que pelo menos nesses aspecto a imagem do católico anda bastante correcta.

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog