Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tenho sono

por Inês Teotónio Pereira, em 23.04.14

Dizem que vou ter saudades dos meus filhos pequeninos. Que os problemas ainda estão para vir. Que quanto mais velhos mais chatices dão. Que vou-me arrepender amargamente se não os aproveitar muito bem, todos os momentos, todas as gracinhas, todos os abraços. Que estou frita quando tiver a casa cheia de adolescentes e jovens irrevreentes a viveram na vertigem dos perigos que o mundo oferece. Que o tempo não volta para trás. 

Pode ser que sim. Mas por enquanto só gostava de dormir seis horas seguidas. Só isso. E eu sei que os jovens e os adolescentes dormem, no mínimo, seis horas seguidas. Anseio pela adolescencia e pela juventude dos meus filhos. Tenho sono. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41


3 comentários

De Supimpona a 29.04.2014 às 14:26

Estou exatamente com o mesmo pensamento.....e o meu filho "ainda" 2 anos tem!!!!!!!!!
Isto para não falar no meu ar de inveja quando outras mães dizem: "O meu filho dorme a noite toda"!!!!!!! É esperar e ter esperança que esse dia das noites lonnnngas (a dormir) cheguem rápido.
Beijinhos e parabéns pela escrita!

De Rita a 02.05.2014 às 00:29

Eu penso exactamente o mesmo, mas... parece que na adolescência somos nós que não durmimos até que cheguem das saídas à noite... Talvez aquela fase mágica dos 5 aos 13, adivinho eu, seja a melhor para pôr o sono em dia.

De Joana a 02.05.2014 às 11:19

No meu blog estou mais ou menos na fase em que os filhos têm um feitio terrível, daqueles em que nos apetece colocar as mãos nas fussas.
Como a minha mãe diz "filhos criados trabalhos dobrados" e tem toda a razão.
Eu reclamo e apenas tenho uma, agora nem imagino o que ser mãe de tantos.
Bom resto de semana. Ah, passei aqui pelo destaque de um outro blog.
Gostei de aqui passar

Comentar post



A Um Metro do Chão o mundo está cheio de pernas e tem de se olhar para cima para ver o céu - o que faz toda a diferença. O preto é mesmo preto e o branco é branco. As coisas são todas assustadoramente concretas e ninguém aceita argumentos, só respostas. Não é um mundo melhor, pior ou mais verdadeiro; é apenas diferente, apesar de ser o mesmo. Este blogue é sobre isso. E sobre uma coisinha ou outra que pode não ter nada a ver.

Autora

Inês Teotónio Pereira
iteotoniopereira@gmail.com
ver perfil

Livros da mãe






Seguir no Facebook


Pesquisar

  Pesquisar no Blog